O trabalho de costureira tem ganhado muito importância nos dias atuais porque as pessoas estão optando por essas profissionais para criar, customizar e reformar peças de roupas. E para quem vai empreender, fica a dúvida: dá para começar com uma máquina de costura doméstica na oficina?

Essa é uma pergunta muito interessante porque em boa parte do Brasil, essas novas empreendedoras já possuem uma máquina de costura caseira. Só que acabam ficando na dúvida se ela será suficiente para exercer o trabalho de modo mais “profissional”. Nas próximas linhas, você terá a resposta.

O motivo para ter uma máquina de costura

O motivo de ter uma máquina de costura em casa pode ser variado. E dá para supor diversas situações. Por exemplo, você pode ter herdado uma máquina de costura doméstica da sua avó ou da sua mãe. Assim como pode ter comprado uma quando queria aprender a costurar.

Já se você fez um curso de costura e se especializou em algum tema pode ser que queira abrir o próprio negócio, como um ateliê. Nesse caso, ter uma máquina de costura industrial pode ser melhor em termos de custo-benefício. Ou seja, a máquina vai de acordo com o motivo.

Só para entender isso, o ideal é que se conheça as diferenças entre esses tipos de máquinas.

A máquina de costura doméstica

É sim possível usar a máquina de costura doméstica na oficina, especialmente, se você está começando a dar os primeiros passos no empreendedorismo. Ou seja, é para quem abriu agora o negócio e está começando a pegar os primeiros serviços.

Isso porque essa máquina doméstica – ou máquina de costura caseira, como é chamada – possuem a vantagem de serem compactas, leves e versáteis. Ou seja, elas podem ser guardadas até mesmo em pequenos espaços, como dentro de guarda-roupas.

Há ainda uma próxima vantagem que pode ser definitiva para você: ela permite uma série de serviços, inclusive, para decorar a peça. Ela também é mais segura do que a versão industrial, sendo mais fáceis de serem manuseadas e indicadas para quem não tem experiência.

E a máquina industrial?

Por outro lado, dá para considerar que a máquina industrial vai ser mais adequada para quem precisa de mais velocidade na produção, pensando em uma produção que seja diária e de larga escala. Assim, acaba sendo viável para quem tem um negócio que está dando certo.

Só para entender a explicação, essas máquinas tendem a ser mais caras sim. No entanto, o custo-benefício é melhor porque elas também são mais fortes e permitem o trabalho com mais camadas de tecido e o motor também aguenta mais volume de trabalho diário.

Outra coisa é que funcionam muito melhor para lidar com bolsas, malas, mochilas e quilting.

A máquina de costura doméstica ou industrial

Se há uma resposta é sobre estudar o objetivo da compra de uma máquina nova. Como falamos, para quem já tem uma máquina de costura doméstica na oficina, então, em um primeiro momento não é preciso comprar uma máquina que seja industrial.

Mas, supondo que as vendas e os serviços estejam indo muito bem, com a possibilidade de contratar funcionárias novas e pegar ainda mais trabalhos, então, a versão industrial pode valer a pena do ponto de vista que permite um trabalho mais rápido e em escala maior.

Leia Também: Guia Absolutamente completo sobre Máquinas de Costura!

De todo modo, o que importa é você conseguir ter essa visão de que o primeiro passo é o mais importante. Ou seja, começar! Depois, conforme o crescimento da sua empresa, do seu ateliê ou da oficina, então, dá sim para pensar em novos investimentos, como em máquinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
https://www.costuramoderna.com.br/maquina-de-costura-domestica
Dá para usar a máquina de costura doméstica na oficina?